sexta-feira, 1 de abril de 2011

Justiça profere decisão favorável aos trabalhadores

 Nesta quarta-feira, 30/03, a Sindicato dos Bancários de Nova Friburgo e Região através de seu Departamento Jurídico (Stamato Santa Cruz e Saboya Advogados), ajuizou uma Ação Civil Pública no Vara do trabalho de Nova Friburgo, informando que, devido a greve dos trabalhadores vigilantes nos municípios da base abrangida pelo Sindicato, foi constatada diversas irregularidades praticadas pelas agências bancárias do Itaú-Unibanco.

O Sindicato preocupado com a situação buscou o entendimento junto ao banco para que as agências não fossem abertas, em razão da evidente falta de segurança quer para os trabalhadores, quer para os clientes. “Tentamos a via negocial que é a melhor mas não foi possível. Afinal, nossa preocupação sempre será com os bancários e a classe trabalhadora” conta Max Bezerra, Presidente do Sindicato dos Bancários de Nova Friburgo. 

Na Ação Civil, o Sindicato denuncia que nos termos da Lei 9017/95, “é vedado o funcionamento de qualquer estabelecimento financeiro onde haja guarda de valores ou movimentação de numerário, que não possua sistema de segurança com parecer favorável à sua aprovação, elaborado pelo Ministério da Justiça, na forma desta lei.”

Ontem, 31/03, o Juiz do Trabalho Substituto Derly Mauro Cavalcante da Silva deferiu que “observando-se, ainda, que o Banco Itaú não possui por si próprio, a vigilância ostensiva exigida pela Lei... que dispõem sobre segurança em estabelicimentos financeiros”. E determina que o Itaú-Unibanco “se abstenha de abrir suas agências bancárias” na base do SEEB-Nova Friburgo e Região. Na decisão está previsto uma multa diária de R$10.000,00 (dez mil reais),em caso de desobidiência.

“Os bancos não estão acima da Lei e  assim como qualquer pessoa física ou jurídica devem obedecê-la”, argumenta Max Bezerra. “Segurança é assunto sério. E colocar em risco a integridade física de um ser humano, especialmente, a sua vida é um perigo. Uma negligência! Nosso pensamento é que vida é maior do que o lucro” finaliza.

Números da paralisação: Hoje 1° de abril há 35 agências paralisadas em cinco municípios.

Feeb RJ/ES encaminha ofício ao delegado da Policia Federal sobre a questão da greve dos vigilantes

Nesta quinta feira, 31/03, a Federação dos Bancários do Rio de Janeiro Espírito Santo, encaminhou ofício ao Delegado da Polícia Federal, Dr. Carlos da Silveira Thomaka, informando que, devido a greve dos trabalhadores vigilantes em alguns municípios do Estado do Rio de Janeiro, foi constatada diversas irregularidades praticadas pelos gerentes das agências bancárias em questão.
No caso dos bancos privados, está havendo a contratação de segurança clandestina, e no caso do banco do Brasil, está havendo a substituição dos vigilantes por policiais militares.
No ofício, a Feeb RJ/ES denuncia que essas flagrantes irregularidades põem em risco a integridade física não só dos trabalhadores bancários bem como dos clientes, usuários e população em geral, dado o despreparo desses “substitutos” para exercerem o papel de vigilantes bancários, função que exige treinamento especifico.


------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Ofício 0009/11               Rio de Janeiro, 31 de março de 2011.

Ao
Delegado de Polícia Federal

Dr. Carlos da Silveira Thomaka


Prezado doutor,

            Vimos, pelo presente informá-lo que, devido a greve dos trabalhadores vigilantes em alguns municípios de nosso estado, constatamos diversas irregularidades praticadas pelos gerentes das agências bancárias em questão.
            No caso dos bancos privados, está havendo a contratação de segurança clandestina, e no caso do banco do Brasil, está havendo a substituição dos vigilantes por policiais militares.
            Essas flagrantes irregularidades põem em risco a integridade física não só dos trabalhadores bancários bem como dos clientes, usuários e população em geral, dado o despreparo desses “substitutos” para exercerem o papel de vigilantes bancários, função que exige treinamento especifico.
            Com vista a coibir tais flagrantes irregularidades, solicitamos uma fiscalização imediata e rigorosa desta instituição nas agências bancárias abaixo relacionadas:
(As agências relacionadas compreendem todas que estão nas bases dos Sindicatos dos Bancários de Nova Friburgo, Campos, Macaé e Itaperuna) 

Certos de sua atenção e à sua inteira disposição para quaisquer outros esclarecimentos que se façam necessários através do telefone 21-8220-1680, com o diretor jurídico da Federação dos Bancários, Paulo Garcez, despedimo-nos apresentando nossas cordiais

Saudações Sindicais Cutistas,



Nilton Damião Esperança                           Paulo Roberto Garcez
Presidente em Exercício               Diretor p/Assuntos Jurídicos e Trabalhistas

Comando Nacional dos Bancários aprova calendário da Campanha 2011

Comando Nacional dos Bancários, coordenado pela Contraf-CUT, aprovou nesta quinta-feira 31, em reunião ocorrida em São Paulo, a organização da Campanha Nacional 2011, definindo temas prioritários e o calendário de atividades. Ficou marcada para os dias 30 e 31 de julho a 13ª Conferência Nacional da categoria, que definirá a pauta de reivindicações que será entregue aos bancos.

A 13ª Conferência será realizada em São Paulo e focará os quatro grandes temas da campanha definidos pelo Comando Nacional:

- Emprego e remuneração
- Saúde do trabalhador e condições de trabalho
- Segurança bancária
- Sistema Financeiro Nacional

O maior e mais importante fórum nacional de deliberações da categoria será precedido de conferências regionais e dos congressos nacionais dos bancos públicos federais. "Como nos anos anteriores, queremos construir um amplo processo democrático de participação dos bancários, de bancos públicos e privados, para que tenhamos uma grande mobilização que resulte numa campanha vitoriosa, com novas conquistas para os trabalhadores", afirma Carlos Cordeiro, presidente da Contraf-CUT e coordenador do Comando Nacional.

Veja o calendário definido pelo Comando:

Até 26 de junho - Encontros estaduais dos funcionários do Banco da Amazônia
2 e 3 de julho - Congresso do Banco da Amazônia
Até 3 de julho - Encontros estaduais dos funcionários do BB, da Caixa e do BNB
9 e 10 de julho - Congressos do Banco do Brasil, da Caixa e do BNB
Até 24 de julho - Conferências regionais
30 e 31 de julho - 13ª Conferência Nacional dos Bancários
Até 6 de agosto - Assembleias para aprovação da pauta de reivindicações
9 ou 10 de agosto - Entrega da pauta de reivindicações à Fenaban

Veja quem integra o Comando Nacional:

- Contraf-CUT
- Fetrafi Rio Grande do Sul
- Fetec Santa Catarina
- Fetec Paraná
- Fetec São Paulo
- Feeb São Paulo e Mato Grosso do Sul
- Feeb Rio de Janeiro e Espírito Santo
- Fetraf Minas Gerais
- Fetec Centro-Norte
- Feeb Bahia e Sergipe
- Fetec Nordeste
- Seeb Porto Alegre
- Seeb Florianópolis
- Seeb Curitiba
- Seeb São Paulo
- Seeb Campinas
- Seeb ABC
- Seeb Rio de Janeiro
- Seeb Belo Horizonte
- Seeb Brasília
- Seeb Campo Grande
- Seeb Mato Grosso
- Seeb Espírito Santo
- Seeb Bahia
- Seeb Sergipe
- Seeb Alagoas
- Seeb Pernambuco
- Seeb Paraíba
- Seeb Ceará
- Seeb Piauí
- Seeb Pará
- Seeb Amapá
- Seeb Rondônia


Fonte: Contraf-CUT