sexta-feira, 18 de junho de 2010

Saiu a 1ª ganhadora da Camisa da Seleção

Max Bezerra, Marília Curty, Luiz Gabriel e Dalberto Louback


Marília Curty, funcionária do Itaú Unibanco da agência de Duas Barras foi a 1ª ganhadora da promoção do Bolão da Copa do Mundo 2010 realizado Sindicato dos Bancários de Nova Friburgo.
Neste dia 18/06 Marília recebeu da direção do Sindicato a Camisa Oficial da Seleção Brasileira para torcer e vibar com o time de Dunga rumo ao hexa.

quarta-feira, 16 de junho de 2010

É hoje! Sorteio da primeira camisa do Brasil

O Sindicato dos Bancários de Nova Friburgo distribui o Bolão da Copa do Mundo. E 15 compa-nheir@s acertaram o placar de Brasil 2x1 Coréia do Norte e estão concorrendo a uma Camisa Oficial da Seleção Brasileira.
O Bolão da Copa constatou que o Flamengo (51,85%) tem da preferência dos bancários, seguido pelo Vasco (21,3%), Fluminense (17,6%) e Botafogo (9,25%).
O sorteio da Camisa do Brasil acontece hoje, 16/06, às 17h30 no auditório da Entidade. A seguir a relação de quem está concorrendo ao sorteio.

1 Ayub Itaú Praça Getúlio Vargas
2 Bárbara Itaú Olaria
3 Carlos Bráulio Itaú Nova Friburgo
4 Dalberto HSBC Nova Friburgo
5 Henrique Itaú Trajano de Moraes
6 Luciana Itaú Ceasa
7 Lucimar Bradesco Nova Friburgo
8 Márcia Bradesco Olaria
9 Marília Itaú Duas Barras
10 Misael BB Macuco
11 Onofre CEF Cachoeiras de Macacu
12 Rodrigo Real Conselheiro Paulino
13 Rosana Real Nova Friburgo
14 Solange Itaú São Sebastião do Alto
15 Wilma Bradesco Olaria

CUT aprova reajuste mas vai continuar a luta pelo fim do fator previdenciário

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) comemorou a sanção do presidente Lula ao projeto que reajusta em 7,72% as aposentadorias e pensões acima de um salário mínimo. Por meio de nota, a CUT disse que a decisão foi positiva.
A Força Sindical, também por meio de nota, considerou a decisão de Lula "uma clara demonstração de sensibilidade social". A central aproveitou para criticar quem defendia o veto ao reajuste. "O aumento é uma conquista do movimento sindical e uma derrota para os tecnocratas de alguns setores do governo que desejavam um reajuste bem menor". A Força Sindical acredita que o reajuste deve beneficiar mais de 8 milhões de aposentados e injetar R$ 6,7 bilhões na economia brasileira.
O reajuste de 7,7% será processado na folha de pagamento de julho, que será paga em agosto. Segundo nota do Ministério da Previdência, o valor retroativo a janeiro também será pago no mesmo mês dependendo da disponibilidade de recursos.
Luta pelo fim do fator previdenciário continua
Entretanto, a CUT reclamou do veto ao fim do fator previdenciário, criado no governo FHC depois que foi rejeitada no Congresso Nacional a idade mínima para se aposentador. "A manutenção do fator previdenciário, a nosso ver negativa, faz a CUT continuar na luta pela extinção desse perverso mecanismo".
A Força Sindical também afirmou que pretende sugerir ao governo a instalação de uma comissão para discutir mecanismos para substituir o atual fator previdenciário. (Fonte: Agência Brasil)